Primeira vez que peguei um ônibus

Eu me lembro da primeira vez que eu peguei um ônibus.

Eu sempre voltava com a van da escola para casa. Mas aquela era uma noite especial. Minha
mãe iria estar pela região da escola e eu ia voltar com ela de ônibus.

Ela passou na minha escola e nós fomos para o ponto. E começou a aventura.

Eu já fui me divertindo por estar pelas calçadas do bairro. Eu nunca andava por ali. Eu sempre chegava ao portão da escola, entrava e só voltava para a calçada para sair e já entrar na van.

Dessa vez, eu estava com a minha mãe e feliz da vida. Ela ia me apontando lugares e me
contando algumas histórias até chegarmos ao ponto de ônibus.

Ela começou, então, a me ensinar como funcionava para andar de ônibus. A primeira parte
era dar o sinal. Eu já amei essa parte. Eu queria muito dar o sinal para o ônibus. Mas o nosso
ônibus nunca vinha. Na verdade, eu acho que a gente nem ficou esperando muito tempo, mas o ponto era extremamente movimentado e toda hora eu tinha que ver um ônibus que não era o nosso passando, sem eu poder dar o sinal.

Quando o ônibus chegou, eu passei na frente de todos para poder chamá-lo e ser um dos
primeiros a entrar com a minha mãe.

Nós passamos pela catraca, que eu achei divertidíssimo. Tinha uma catraca no meio do ônibus com uma moça simpática que ficava conversando com quem estava perto dela.

Nos primeiro minutos, nós andamos bem pouco, o trânsito estava pesado naquela noite.
Enquanto isso, minha mãe me ensinava como seria para fazer o ônibus parar. Era preciso dar
um novo sinal, dessa vez puxar uma cordinha.

Como eu queria puxar aquela cordinha para ver a luz amarela acendendo na frente do ônibus.
Esperei ansiosamente até minha mãe dizer que era a hora. Ela me ergueu e eu consegui puxar a cordinha e logo o ônibus parou.

Todas as vezes seguintes em que eu peguei o ônibus foram novas aventuras. Ou eu estava
com a minha mãe, ou com a minha avó ou com o meu irmão. Toda vez era uma emoção e uma diversão.

Hoje em dia, pegar ônibus para mim é o dia-a-dia. Mesmo assim, às vezes tento me lembrar
desses dias e me pego sorrindo enquanto estou voltando para casa.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s