Pessoas

Muitas pessoas vão e vem em nossas vidas. E cada um de nós passa pela vida de muitas outras também.

É muito esquisito pensar que alguém que já foi uma das pessoas mais importantes para você hoje não significa absolutamente nada. Ao mesmo tempo, é inquietante imaginar que a qualquer momento você pode conhecer uma pessoa que vai mudar todo o seu percurso.

Hoje venho aqui contar sobre uma tarde qualquer. Ou nem tanto assim.

Eu estava entrando no ônibus quando vi minha melhor amiga de infância. Ela estava lá, sentada, lendo um livro. Seu nome era Camila e nós tivemos uma amizade muito próxima, em que não havia segredos.

Guardo muitas memórias boas da Camila, de verdade. Mas, com o passar dos anos, nós fomos nos distanciando até não nos falarmos mais. Não houve brigas nem desentendimentos. Nós apenas seguimos caminhos diferentes.

Há muito tempo que eu não falo com ela. Não faço a mínima ideia do que ela tem feito. Não tenho mais ideia de quem ela é. Agora eu tinha a oportunidade de colocar toda a conversa em dia. Mas… Será que eu queria?

Fiquei na dúvida e resolvi sentar e pensar sobre isso. Foram minutos muito… Complicados, por assim se dizer. Lá estava ela, sentada a poucos metros. E por mais curioso que eu estivesse em saber sobre ela, não estava com vontade de ir falar com ela. A verdade é que hoje em dia ela é uma estranha para mim. Saber ou não sobre a vida dela não iria mudar em nada a minha.

Quando percebi, ela estava se levantando para descer. Nesse momento, ela me viu. E também não disse nada. Talvez nem tivesse me reconhecido, mas duvido muito. Acho que ela, assim como eu, simplesmente preferiu nem dizer um “oi”. Afinal, nossa amizade morrera há anos.

Não vou dizer que não sentia algo como uma chateação. Mas logo esse sentimento se foi. De qualquer forma, era a hora em que eu devia descer.

Já na calçada, andando distraidamente, esbarro em um homem que eu nunca antes tinha visto. Um estranho qualquer da rua. Normalmente, situações assim seguem com desculpas embaraçadas, sem nem ao menos um contato visual.

Dessa vez, por algum motivo, o esbarrão foi seguido por uma breve conversa.

Hoje, esse homem é uma das pessoas mais importantes da minha vida e eu realmente espero que não chegue um dia em que eu cruze com ele sem nem trocar algumas palavras.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s