Programa de incentivo ao esporte olímpico busca estimular práticas saudáveis nas escolas | Portal Eco Desenvolvimento

Os países que são grandes potências olímpicas tem uma coisa em comum: o incentivo ao esporte no decorrer da vida do cidadão. A escola tem um papel muito importante nesse processo, aliando educação e atividade física, em que um ajuda o outro, incentivando o aluno a estudar e a praticar esportes.

Nesse quesito, o Brasil está muito atrás de outras nações. Mas pode ser que esse cenário comece a mudar graças a um programa de incentivo a esportes olímpicos. Quem nos conta é o nosso parceiro Portal Eco Desenvolvimento:

O programa de formação esportiva escolar tem como meta a participação de cinco milhões de jovens
Divulgação Portal Brasil

Por Portal Brasil

Para difundir a prática esportiva entre os estudantes brasileiros, os ministérios da Educação, da Defesa e dos Esportes lançaram na terça-feira, 7 de maio, o programa Atleta na Escola. A iniciativa de formação esportiva escolar tem como meta a participação de cinco milhões de jovens entre 12 e 17 anos, de 20 mil escolas. Participaram da cerimônia os ministros da Educação, Aloizio Mercadante, e dos Esportes, Aldo Rebelo.

O programa pretende democratizar o acesso ao esporte desde cedo, incentivar a prática esportiva nas escolas e identificar e orientar jovens talentos escolares. O Atleta na Escola também tem como objetivo servir de base para o plano Brasil Medalhas, investimento de R$ 1 bilhão em ações para que o país fique entre os dez melhores colocados nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos do Rio de Janeiro em 2016.

O Ministério da Educação (MEC) fará o repasse de recursos para a realização de competições pelas escolas, municípios, estados e Distrito Federal. Os recursos serão distribuídos por intermédio do Programa Dinheiro Direto na Escola, operacionalizado pelo Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação (FNDE).

De acordo com Mercadante, o esporte é importante para a formação dos estudantes e a escola é um espaço para o Brasil desenvolver o potencial esportivo. “O programa começa com corrida de velocidade e resistência e salto em distância e depois serão incorporadas novas modalidades esportivas, para que nós tenhamos condição na escola para todos que quiserem fazer um esporte”, afirmou o ministro.

Competição

Entre as ações propostas está a realização dos Jogos Escolares, que serão divididos em quatro etapas. A primeira fase será realizada em cerca de 20 mil escolas até o dia 9 de julho. A segunda etapa, de 10 de junho a 31 de julho de 2013, será realizada pelos municípios com mais de 100 mil habitantes ou para um grupo de municípios com menos 100 mil habitantes, pelos estados e Distrito Federal.

Cada município ou região classifica 36 alunos, totalizando 14.400 classificados. Na terceira fase, até 15 de agosto (12 a 14 anos) e 30 de setembro (15 a 17 anos), de caráter estadual ou distrital, cada unidade da federação classifica 24 alunos, totalizando 648 classificados para a etapa nacional.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s