Bikes e mais bikes!

As bicicletas vem conquistando cada vez mais espaço no asfalto das cidades. É considerado um meio de transporte mais saudável, prático, barato e sustentável e, acabou caindo no gosto dos brasileiros. Atualmente são mais de 70 milhões de bikes, uma frota maior que a de motos e veículos.

Os veículos motorizados particulares tem tido uma representação negativa por conta dos poluentes e transtornos como o valor dos veículos e engarrafamentos causados. Com isso meios de transportes como ônibus e bicicletas vem ganhando cada vez mais adeptos.

No caso das magrelas, cada vez mais delas são vistas em cidades como Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro. Isso reflete, é claro, no crescimento de vendas e aumento da produção industrial.

Pesquisa da Associação Brasileira do Setor de Bicicletas (Aliança Bike) – realizada pela Tendências Consultoria – mostra que o Brasil apresenta grande destaque em termos globais no segmento, com um consumo médio de 4,5 milhões de unidades ao ano. Sendo assim, a frota nacional de bicicletas conta atualmente com mais de 70 milhões de unidades, valor acima da frota de carros (cerca de 45 milhões) e de motocicletas (mais de 20 milhões). Além do aumento na frota, o Brasil também é um dos maiores produtores mundiais de bicicletas, com fabricação de cerca de 4,17 milhões de unidades em 2012, sendo 875 mil produzidas na Zona Franca de Manaus.

Os municípios brasileiros cresceram de forma desordenada e não contaram com projetos urbanísticos que prezassem a qualidade de vida dos moradores. Com o aumento populacional, as zonas residenciais foram verticalizadas, e a circulação de pessoas ganhou entraves físicos e econômicos. Assim, cada vez mais itens que reforcem a facilitem a qualidade de vida de cada indivíduo é valorizado, a bicicleta é um objeto que traz agregado esse pensamento em prol de uma vida melhor.

Advertisements

One response to “Bikes e mais bikes!

  1. Os números poderiam dobrar com o aumento das ciclovias. Aliás, ao apresentar os indicadores de vias destinadas à bicicletas eles deveriam ser divididos entre ciclovias, ciclofaixas e ciclorotas, deixando claro que a 1a é a mais segura.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s