Que caminho eu posso seguir?

É como se nunca tivéssemos tido tantas dúvidas. O século XXI promete tantos caminhos de sucesso e tantos destinos de felicidade. Ao mesmo tempo em que mostra que existem muitos caminhos que seriam, com o perdão da comparação, do lobo mal.

Por isso, a internet vem querendo provar como pode ser extremamente útil. Em nome de tantas almas perdidas, ela vem trazendo soluções, com listas, listas, artigos e mais listas ensinando como devemos viver nossas vidas. Mostrando o que devemos fazer e o que não devemos fazer para chegar lá.

Mas será que essas listas são de fato úteis?

Novamente, no século XXI estamos percebendo quão diferentes as pessoas podem ser. E como podemos criar cada um nosso próprio caminho.

E qual seria o problema de trilhar um caminho extremamente sinuoso e esburacado com um destino desconhecido? Quem seria eu para afirmar com todas as letras para outra pessoa que ela não pode fazer isso?

Talvez estejamos passando por um momento em que podemos perceber que cabe a cada um de nós construirmos e pavimentar nossos próprios trajetos. Podemos pensar, repensar, mudar, pedir conselhos, nos inspirar em outros. Mas acredito que não deveríamos impor sobre os outros nosso próprio caminho, ou desenvolver uma resposta universal, que claramente não existe.

Não vou dizer aqui que caminho você deve seguir porque não tenho nem certeza para onde estou indo. Nem sei se algum dia estarei 100% certo. Mas vou pedir para que você faça da sua vida o melhor caminho possível, projetado unicamente por você.

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s