Nuvens

O céu está nublado. O ponto de ônibus está cheio. Muitos ônibus passam. Muitas pessoas entram nos ônibus. Muitas pessoas saem. Muita gente andando nas calçadas. Muitos carros na rua. O céu continua nublado. O ponto de ônibus continua cheio.

Meu ônibus ainda não chegou. Parece que o de todos passa menos o meu. Talvez o meu já tenha passado. Talvez até mais de uma vez. Não estou prestando a mínima atenção. As nuvens estão baixas. Está difícil de ver o topo de alguns prédios mais distantes.

Não sei mais se quero pegar o ônibus. Não sei mais para onde quero ir. Não tenho certeza qual é o ônibus que tenho que pegar. São muitas linhas. Muitos números. Muitos nomes. Nem conheço a maioria desses nomes.

Percebo que fui para outro ponto. Olho para cima. O céu ainda está nublado. Olho à minha volta. Esse ponto também está cheio. Cheio de rostos que parecem confiantes. Cheio de rápidas piscadas de olhos que denunciam muitas dúvidas.

Ali deve haver um ônibus. Algum desses ônibus da hora do rush deve levar ao lugar certo. Espero ver um nome. Um nome conhecido. Ou algo desconhecido. Mas algum nome que faça sentido. Talvez o ônibus mais cheio. Ou o mais vazio que ninguém quer.

Volto ao primeiro ponto. Muito tempo se passou. Tempo que pode ter durado somente 5 minutos. Decido que hoje é dia de pegar o ônibus de ontem. Entro. Olho pela janela. O céu está nublado. Não dá sinais de que vai abrir logo. Quem sabe amanhã.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s